Tudo começa com um bom café da manhã

A dica e começar o dia se alimentando bem é unânime. Todos os médicos, nutricionistas e praticantes de atividades físicas são categóricos ao afirmar que a primeira refeição do dia deve ser equilibrada, variada e nutritiva. O corpo neste momento é muito beneficiado pelos nutrientes ingeridos e a absorção é considerada alta. Além do copo d’água que já falei aqui no post – Beber água porque é uma delícia! - (eu tomo dois copos de manhã!), compartilho com vocês hoje o que costumo comer no café da manhã, antes de começar todas as atividades com a família.

cafe_da_manha_dicas_1

Um dia comum
Claro, que o “menu” pode variar, mas no geral eu faço este tipo de combinação:
• Sempre como uma fatia de mamão papaya com granola caseira que trago de Trancoso. Eu adoro essas granolas com muitos grãos e frutas secas, quanto mais completa, para mim melhor;
• Sucos variados;
• Duas fatias de pão caseiro integral (que fazemos em casa com Biomassa da Banana Verde e uvas passas) com geléia diet e queijo branco cottage.

Variedade, para não enjoar
Gosto muito de variar receitas para meu organismo não se acostumar e também para eu não enjoar. Normalmente coloco cenoura, couve, gengibre, beterraba, maçã e bato com suco de laranja. Há dias em que acrescento chia ao suco para um reforço na ingestão de fibras.

cafe_da_manha_dicas_3

E o café?!
Não sou muito adepta de café preto e nem posso exagerar porque acho que influencia no meu sono, então tomo quando sinto vontade, porque sempre se ‘passa café’ aqui em casa e o cheiro invade todos os ambientes, aí não resisto e tomo, mas apenas uma pequena xícara! Conveniente, já que acordo bem cedinho, 6h, para acompanhar meus filhos à escola.

cafe_da_manha_dicas_4

Como conseguir ter um café da manhã equilibrado
O maior desafio de quem busca manter refeições equilibradas dentro de casa é ter as opções prontas para serem consumidas. A verdade é que não há segredo, você vai precisar de um pouquinho de planejamento e isso pode ser feito em algumas etapas simples.

• Cada um tem suas metas e necessidades energéticas, a melhor forma de saber o que é preciso para atingir seus objetivos e agradar seu paladar é procurar uma ajuda especializada. Um nutricionista, ou algum médico que acompanhe seus exames, saiba de suas taxas glicêmicas, colesterol, intolerâncias… E que te ajude a encontrar opções leves, saudáveis e gostosas. Eu acho interessante criar seu próprio cardápio, de acordo com suas necessidades, acho melhor do que seguir o que outra pessoa com outra fisiologia, come. Fica a dica!

• Com uma lista de alimentos do bem, é hora de pensar como manter isso em estoque em casa – o supermercado e a feira uma vez por semana pode ser uma tarefa difícil, então, que tal buscar outras soluções para ter as frutas em casa, o queijo fresco… Hoje dá para encontrar serviços de entrega programados que levam até sua casa desde o mix de granola aos vegetais orgânicos. E você pode escolher suas compras pela internet! (Isso deu uma ideia para um super post, então aguarde, vamos pesquisar algumas possibilidades!)

• Sente e aproveite a sua primeira refeição! Alguns médicos e estudiosos defendem que tão importante quanto o que é consumido, é também a forma, como é consumido. Evite comer de pé, correndo, fazendo as coisas enquanto come. Tente ter um tempo para comer com calma, para que essa refeição tão importante seja também uma forma de começar o dia em alto astral!

cafe_da_manha_dicas_2

Fotos: Flickr: topsynette / alasam / Sandy Austin / bertholf