Alongamento não é aquecimento

Fique atento, um erro clássico e cometido pela maioria dos praticantes de atividade física é substituir ou confundir o aquecimento pelo alongamento. Começar um treinamento e forçar a musculatura e as articulações sem preparo prévio pode diminuir seu desempenho ou até mesmo causar lesões.

Entenda um pouco mais sobre os dois conceitos: aquecimento é a repetições de exercícios específicos para preparar a musculatura, lubrificar as articulações, aumentar a temperatura corporal e um melhor desempenho nos treinos, além de prevenir lesões. Já os alongamentos são exercícios voltados para aumentar a flexibilidade muscular, promovendo o estiramento das fibras e aumentando seu comprimento.

Sem mitos, o alongamento prévio não aquece nem previne as lesões, se utilizado antes dos exercícios de força (musculação) causará o relaxamento da musculatura prejudicando o bom desenvolvimento do treino, então não se engane mais; antes de começar o treino, faça o aquecimento.

Exemplo: o “trote” é um aquecimento especifico para o treino de corrida, agora se for fazer musculação procurar fazer movimentos iguais ao do primeiro exercício, fazer uma série com carga leve antes de começar a treinar é uma ideia.

• Para o aquecimento pré musculação: 1 serie com 12 a 18 repetições

aquecimento_musculacao_dicas

• Para o aquecimento pré corrida: começar caminhado rápido e migrar para o trote de 3 a 5 minutos

aquecimento_dicas

Agora pós-treino é interessante usar o alongamento para relaxar a musculatura e ajudar na recuperação muscular.

alongamento_dicas

Silvio Cabral, formado em Educação Física, com pós-graduação em condicionamento físico para grupos especiais e reabilitação cardíaca. Atua como personal trainer e desenvolve grandes trabalhos direcionados a estética e saúde, além de ser colunista da revista Dieta Já “coluna vem treinar”.
silviopersonal.com

Fotos: Flickr – Rance Costa – Christopher Haugh – Ed Yourdon