Competência Emocional

Por Andrea Lopes

O mundo anda tão competitivo que nos pressiona o tempo todo a ser competente em todas as esfera e áreas da vida.

Mas hoje vamos falar da mais importante das competências, a competência emocional.

Essa competência tem haver com a  inteligência emocional, que significa ter auto controle sobre suas emoções e saber como não se entregar nas situações complicadas da vida. O grande divulgador do termo foi Daniel Goleman com seu famoso livro “Inteligência emocional.”

Ter o QI elevado é muito bom, mas não basta e nunca bastou para ser bem sucedido, ou ainda, ter relacionamentos saudáveis. Tirar notas altas não é determinante para uma pessoa ser feliz e realizada em sua vida.

Dizem que o gênio Albert Einstein não tinha relacionamentos satisfatórios, nem mesmo com os filhos, tinha muito QI e pouca Inteligência Emocional.

Quando você administra bem suas emoções você aumenta muito todas as possibilidades de sucesso. Tanto na sua vida profissional como na vida pessoal. Em quase todas as situações cotidianas você está se relacionando, a vida é feita de relacionamentos. Para se relacionar bem você precisa ter boas habilidades interpessoais. Isso só será possível se você souber dominar suas emoções, se você não explodir quando fizerem algo que te desagrada, se não tiver vontade de fugir cada vez que for contrariado, se não levar cada pergunta como se fosse uma afronta, se não se esconder quando sentir ansiedade em realizar coisas novas.
Todos esses exemplos tem haver com as habilidades intrapessoais, tem haver com uma boa autoestima!
Você só será reconhecido por sua capacidade se você souber mostrar esta capacidade de forma harmoniosa.

O que mostra que você possui essas habilidades são algumas características como: iniciativa e coordenação de esforços, negociação de soluções, capacidade de identificar e entender os desejos e sentimentos das pessoas e responder de forma apropriada a eles, assertividade, enfim, habilidades úteis tanto no seu emprego como na sua casa.

Todas essas habilidades podem ser melhoradas e desenvolvidas! O Processo de Coaching é muito eficaz nesses casos.

Algumas dicas podem auxiliar nessa busca da competência emocional:

• Ser flexível, não permitindo que crenças limitantes o dominem;

• Saber sempre qual é seu estado emocional no momento; Pergunte a si mesmo: “O que estou sentindo agora?” e conseguir chegar ao estado emocional desejado;

• Estar atento a si mesmo e aos atos que te levam ao caminho oposto da inteligência emocional, assim você poderá corrigi-los a tempo;

• Assumir o controle das suas emoções principalmente nos momentos desafiantes.

Pode ser um bom começo para você desenvolver sua inteligência emocional e assim poder usufruir dos inúmeros benefícios que isso trará a sua vida.

girofitness sobre coaching

Para mais informações sobre a autora:
www.andrealopescoach.com.br

Foto: Flickr – Amre